Notícias sobre Regulação


Começou a corrida por indicações para preencher duas vagas existentes na diretoria da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Um dos cargos está vazio desde 2004 e o outro, desde junho passado. O diretor-geral do órgão regulador, Haroldo Lima, já tem um nome de preferência: a engenheira Magda Chambriard, engenheira de carreira da Petrobras e atualmente ocupando a Superintendência de Definição de Blocos de Exploração da ANP.

No setor, comenta-se que o favorito para o outro posto é César Ramos Filho, ex-chefe de fiscalização da agência, que contaria com a indicação do ministro das Minas e Energia, Edison Lobão. No entanto, pesam contra ele denúncias, não comprovadas, feitas em 2004, de que ele teria favorecido distribuidoras de combustíveis. Na época, Ramos chegou a ser afastado e foi aberta uma sindicância, que acabou arquivada por falta de provas conclusivas. Atualmente, ele ocupa um cargo técnico na ANP.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.