Notícias sobre Regulação


Em meio à discussão sobre a criação de uma nova empresa estatal para administrar os recursos minerais descobertos abaixo da camada de sal, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu na segunda-feira, durante a solenidade que marcou o início da produção de petróleo extraído do pré-sal no país, que a Petrobras não será afetada pelas novas regras para o setor. “A Petrobras é a mãe da industrialização brasileira. E mãe é única”, declarou logo após colocar oficialmente em operação o poço 1-ESS-103, no campo de Jubarte, na Bacia de Campos, no litoral do Espírito Santo.

Nessa jazida, a Petrobras já produzia 35 mil barris de óleo por dia acima da camada de sal. No pré-sal, serão mais 18 mil barris diários de petróleo de melhor qualidade. Para a empresa, Jubarte é considerado uma área para desenvolver conhecimento na exploração abaixo da camada de sal para outras regiões. Enquanto o poço inaugurado por Lula tem 4.600 metros de profundidade, os localizados na Bacia de Santos – onde a estimativa é de que as jazidas sejam bem maiores – chegam a até 7 mil metros da superfície.

Durante a cerimônia, Lula lembrou que, com as descobertas de reservas gigantes, estão previstos R$ 2 trilhões em novos investimentos no Brasil até 2017. O presidente destacou ainda que o Brasil não será um exportador de petróleo cru, e sim de derivados, e que pretende usar o dinheiro oriundo da exploração no pré-sal para acabar com a pobreza no país, investindo principalmente na educação.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.