Notícias sobre Regulação


A Petrobras anunciou que perfurações na área de Iara, onde há reservas minerais abaixo da camada de sal, na Bacia de Santos, comprovaram a possibilidade de extração de 3 bilhões a 4 bilhões de barris de óleo leve ­– com mais qualidade e maior valor de mercado – e gás natural. O bloco situa-se próximo ao megacampo de Tupi, onde a estatal estimou a existência de uma jazida entre 5 bilhões e 8 bilhões de barris. Se as previsões máximas forem confirmadas, as reservas totais no Brasil aumentarão de 15 bilhões para 27 bilhões de barris.

Com 300 quilômetros quadrados, o campo de Iara é explorado pelo consórcio formado pela Petrobras (65%), a inglesa BG (25%) e a portuguesa Galp Energia (10%). A descoberta de petróleo na área ocorreu em 7 de agosto, mas só agora foi possível chegar a águas mais profundas para que pudesse ser feita a estimativa da quantidade a ser extraída. O poço de onde o óleo foi retirado fica a 6.080 metros de profundidade. Somente a camada de sal que teve que ser perfurada possui 2 mil metros de espessura.

O consórcio já comunicou a descoberta à Agência Nacional do Petróleo (ANP). Agora, as empresas darão continuidade às atividades exploratórias e aos investimentos de pesquisa na área através de um Plano de Avaliação de Descoberta a ser encaminhado à ANP, conforme previsto no contrato de concessão, para melhor caracterizar a jazida.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.