Notícias sobre Regulação


Mesmo com a crise que afeta a economia mundial, o governo brasileiro acredita que conseguirá captar US$ 1 bilhão no primeiro ano do Fundo Amazônia, destinado a receber recursos para ações de combate ao desmatamento e promoção do uso sustentável da floresta amazônica. O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, anunciou que Suécia, Japão e Coréia demonstraram interesse em investir em projetos. A primeira doação de verba para o fundo foi da Noruega, que contribuiu com US$ 140 milhões – até 2017, o país escandinavo aplicará US$ 1 bilhão.

Segundo o ministro, novos investimentos deverão ser anunciados no fim do mês, depois da realização da primeira reunião do conselho orientador do Fundo Amazônia. Na ocasião, deverão ser definidos os primeiros projetos. Minc afirmou que o Brasil terá que “fazer o dever de casa” para poder utilizar os recursos: o governo só poderá pegar verba do fundo para ações de desenvolvimento sustentável se a taxa de desmatamento conseguir ficar em nível menor do que o dos últimos dez anos. Os doadores poderão acompanhar o andamento dos projetos em site a ser colocado no ar pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que é o gestor do fundo.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.