Notícias sobre Regulação


A queda dos preços do petróleo e a crise financeira mundial obrigaram a Petrobras a rever seus planos para os próximos anos. Durante o 12° Congresso Brasileiro de Energia, o gerente-geral de Exploração e Produção da empresa, José Jorge de Moraes Júnior, anunciou que a companhia vai priorizar a extração em campos de óleo leve – de maior valor no mercado internacional – e adiar os projetos referentes ao óleo pesado. Previstas para este ano, a licitação para a compra de 28 sondas de perfuração para águas ultra-profundas foi postergada para o ano que vem.

“A idéia é empurrar para frente o que é possível, sem comprometer a curva de produção e a segurança operacional, esperando que ocorra uma estabilização a médio e longo prazos. Então, teremos uma visão melhor em termos de investimentos”, afirmou Moraes Júnior. Segundo ele, a crise provocou dificuldade na concessão de crédito.

No mês que vem, a Petrobras vai divulgar a lista de projetos incluídos no Plano de Negócios para o período de 2009 a 2013 que serão adiados. O gerente-geral afirmou que os campos situados no pré-sal na Bacia de Santos não serão afetados porque estão previstos para depois de 2015.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.