Notícias sobre Regulação


A Petrobras terá que elaborar um sistema de produção menos custoso que o atual para garantir a exploração das reservas do pré-sal. A informação foi dada pelo presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli. O preço do barril, hoje abaixo de US$ 40, dificulta a rentabilidade da produção devido aos valores muito elevados para encontrar óleo em grandes profundidades.

Apesar das dificuldades, Gabrielli criticou as análises de bancos de investimentos que questionam a viabilidade do negócio. "Ao preço atual, é absolutamente viável. Mas se for preciso fazer 300 projetos no pré-sal, aí já se cria um problema. Dado o volume do pré-sal, vamos ter que montar um novo modelo de produção", afirmou.

Para se ter uma idéia do investimento necessário, o presidente da Petrobras disse que uma sonda de perfuração custa hoje entre US$ 800 milhões e US$ 1 bilhão. A empresa pretende encomendar 55 desses equipamentos até 2017.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.