Notícias sobre Regulação


Apesar de apenas 54 dos 130 blocos de exploração de petróleo e gás oferecidos na 10ª Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP) terem sido leiloados, dirigentes do órgão regulador comemoraram o resultado. O leilão, que arrecadou R$ 89,4 milhões (US$ 36,8 milhões), concedeu apenas áreas em bacias terrestres, que têm menor potencial de produção. “A rodada premiou o processo de se levar as atividades exploratórias para o interior do Brasil”, afirmou o diretor-geral da ANP, Haroldo Lima. As empresas vencedoras se comprometeram investir R$ 611,1 milhões (US$ 250,2 milhões).

A Petrobras foi a maior vitoriosa, arrematando 27 dos 28 blocos que disputou. Em oito das concessões que venceu, a estatal atuou em consórcio com outras empresas. Em parceria com a portuguesa Petrogal, a companhia brasileira ofereceu o maior lance do leilão­: R$ 13,6 milhões (US$ 5,5 milhões) por um bloco na Bacia do Amazonas.

As empresas de pequeno e médio porte predominaram na rodada – apenas Petrobras e Shell, entre as consideradas grandes, participaram das licitações. Das 17 concessionárias vencedoras, seis são estrangeiras.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.