Notícias sobre Regulação


Segunda espécie de baleia mais ameaçada do mundo, a franca encontra na costa do estado de Santa Catarina, no Sul do Brasil, um de seus santuários. Expedição aérea realizada pelo Projeto Baleia Franca – criado em 1982 pela ONG Coalizão Internacional da Vida Silvestre (IWC/Brasil) em parceria com a Petrobras – identificou a presença de 188 indivíduos. O sobrevôo de 3.400 quilômetros e nove dias começou no litoral do Uruguai, seguiu até Macaé, no Rio de Janeiro, e terminou em Itapirubá, Santa Catarina. O trecho catarinense registrou o maior número de baleias avistadas.

Para a Petrobras, o trabalho de pesquisa ganha ainda mais importância pelo fato de a camada pré-sal – onde há indícios da existência de grandes reservas de óleo e gás – se estender por 800 quilômetros entre Santa Catarina e Espírito Santo. A bióloga Karina Groch, coordenadora do projeto, afirmou que a presença de 58 filhotes entre os 156 indivíduos avistados confirma que a região é usada para a reprodução das baleias e que a recuperação da espécie está sendo bem sucedida.

Em um balanço de 2008, a coordenadora afirma que há uma estimativa de crescimento de 14% da população de baleias francas na costa brasileira em comparação com o ano anterior. “Apesar disso, a população total no Hemisfério Sul ainda é muito pequena, restando apenas cerca de 8 mil animais da espécie, o que representa menos de 10% da população original antes da caça. Por isso, as áreas de conservação devem ser estimuladas”, avalia Karina Groch.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.