Notícias sobre Regulação


O monitoramento por satélite do desmatamento, serviço que hoje só é executado na Amazônia, será ampliado a todo os biomas brasileiros. Em uma parceria entre o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o sistema deverá estar em funcionamento pleno em um ano. Com os dados, o governo pretende definir metas para a redução da devastação em cada região.

O programa será estendido ao Pantanal, Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga e Pampa. “Durante muitos anos, o Brasil só monitorou a Amazônia. Era um samba de uma nota só. Hoje sabemos que outras áreas têm sido agredidas num ritmo ainda mais acelerado, como o Cerrado e a Caatinga”, disse o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.