Notícias sobre Regulação


O cronograma de construção de pelo menos 18 usinas hidrelétricas está atrasado por causa de problemas jurídicos ou ambientais, de acordo com levantamento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Se estivessem em funcionamento, esses empreendimentos representariam um acréscimo 19.581 megawatts – o que representa 20% da capacidade de energia do país ou três vezes mais do que a potência das usinas de Jirau e Santo Antônio, que estão sendo construídas em Rondônia.

Um dos casos é o da usina de Belo Monte, no Pará, que o governo pretende leiloar em setembro. A Justiça Federal daquele estado mandou paralisar as audiências públicas por entender que não foi entregue laudo antropológico do impacto sobre comunidades indígenas da região. Outro exemplo é o da usina Olho D'Água, em Goiás, onde órgãos ambientais identificaram um corredor de mata virgem remanescente. A obra no local nem começou.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.