Notícias sobre Regulação


O consórcio formado pelas empresas americanas Exxon e Hess – com 40% cada uma – e pela brasileira Petrobras (20%) informou à Agência Nacional do Petróleo (ANP) que concluiu a perfuração de poço no bloco BM-S-22, na área conhecida como Guarani, sem ter descoberto indícios da presença de óleo. É a primeira vez que um poço perfurado no pré-sal da Bacia de Santos não encontra petróleo ou gás natural.

O valor do investimento não foi divulgado, mas especialistas estimam em no mínimo US$ 200 milhões. A Hess Corporation comunicou que deverá registrar como perdas em seu balanço os gastos feitos para exploração na área, mas não informou o impacto do prejuízo nos seus resultados do segundo trimestre.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.