Notícias sobre Regulação


Em visita aos Estados Unidos para esclarecer as mudanças na Lei do Petróleo, autoridades brasileiras admitiram que a Petrobras terá privilégios no novo modelo de exploração para as jazidas situadas no pré-sal, onde há estimativas de reservas minerais gigantescas. Apesar de não dar detalhes da nova legislação, que deverá ser entregue ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva nos próximos dias, o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, disse, durante encontro com empresários na Câmara de Comércio Brasil-EUA, que a ideia de a estatal ter “uma posição privilegiada” é forte entre os integrantes do governo.

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, garantiu que a Petrobras não será a única empresa a explorar as reservas no pré-sal, mas frisou que a empresa tem grande experiência na prospecção de petróleo de águas profundas, o que lhe dá vantagens sobre as concorrentes. “Nada vai mudar com relação aos campos já existentes e em exploração, mas o pré-sal vai ser diferente”, declarou ela durante reunião com 20 empresários do Fórum de CEO Brasil-Estados Unidos, em Washington.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.