Notícias sobre Regulação


Em mais uma reunião entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a comissão interministerial que elaborou o projeto do novo modelo para exploração do petróleo no pré-sal, ficou decidido que a Petrobras terá uma participação mínima de 30% na composição acionária dos consórcios que vão operar esses campos. O percentual era defendido pela estatal como o necessário para tornar o investimento viável.

Além de assegurar essa parcela mínima, a Petrobras ainda poderá participar das disputas e aumentar sua participação. Segundo o ministro das Minas e Energia, Edson Lobão, a garantia não significa que a empresa ficará com 30% da receita da exploração do pré-sal, porque o montante será dividido pelo regime de partilha entre a União e o consórcio. A parcela destinada ao governo federal vai variar de acordo com o campo explorado.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.