Notícias sobre Regulação


Uma semana depois do anúncio das novas regras propostas pelo governo para a exploração do petróleo no pré-sal, o assunto ganha uma dimensão cada vez maior no Congresso - onde os projetos de lei enviados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva serão analisados e votados. Em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, o presidente do Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP), João Carlos de Luca, criticou o fato de que a Petrobras será a única operadora das reservas abaixo da camada de sal e nas áreas estratégicas.

"Ter um único operador não é bom para a indústria como um todo, nem para a própria Petrobras. A participação de outras empresas, nacionais ou estrangeiras, permite trazer novas tecnologias. Embora nesse setor todos acabem se associando à Petrobras, por suas imensas qualidades, ela não é detentora do monopólio do saber", afirmou de Luca.

Na mesma audiência,  o vice-presidente da British Petroleum do Brasil, Ivan Simões Filho, ressaltou que a restrição a outras empresas terem o controle majoritário dos campos petrolíferos poderá inibir investimentos. "O problema não é se o modelo é de partilha ou concessão. É preciso ajustar os detalhes", disse.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.