Notícias sobre Regulação


A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) abriu consulta pública para discutir a primeira versão do edital de licitação da construção do trem-bala entre Rio de Janeiro e São Paulo. Pelo modelo proposto, a obra está avaliada em R$ 34,626 bilhões (US$ 19,270 bilhões), com apenas 30% desse montante bancados pela iniciativa privada – o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social ficará responsável por arcar com 70% do custo do projeto.

O vencedor do leilão, previsto para janeiro de 2010, será o consórcio que oferecer a maior parcela de capital próprio para investir no negócio. De acordo com o diretor-geral da ANTT, Bernardo Figueiredo, estão sendo criadas “as condições para que o empreendimento gere retorno adequado no ambiente privado”. Ele afirmou que o alto percentual que o governo se dispõe a aplicar viabiliza o projeto, que já nasce sem depender de financiamento de outros bancos.

Seis consórcios estrangeiros de cinco países (Japão, Alemanha, Coreia do Sul, França e dois da Espanha) confirmaram participação no leilão. Segundo dirigentes da ANTT, grupos da China e da Itália também demonstraram interesse em entrar na disputa. O governo já garantiu à empresa vencedora do leilão benefícios fiscais que somam R$ 6 bilhões (US$ 3,34 bilhões).

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.