Notícias sobre Regulação


Começa nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, a 9ª Rodada de Licitação de áreas para exploração de petróleo e gás. A previsão da Agência Nacional do Petróleo (ANP) é de arrecadar mais de R$ 1 bilhão no leilão de 271 blocos. A estimativa foi calculada com base nos lances mínimos estipulados para cada área e há expectativa de o valor superar R$ 1,08 bilhão registrado na 7ª Rodada, mesmo com a decisão do governo de retirar 41 blocos tidos como os mais lucrativos. Participam do leilão 67 empresas - 32 brasileiras e 35 estrangeiras.

As áreas ofertadas se estendem ao longo de 73.078,70 km², divididas em nove bacias: Campos, Espírito Santo, Pará-Maranhão, Parnaíba, Pernambuco-Paraíba, Potiguar, Recôncavo, Rio do Peixe e Santos. Do total de blocos, há 94 com alto potencial petrolífero na Bacia de Santos e 17 na de Campos. Existem ainda 98 blocos em novas fronteiras - 69 marítimos e 29 em terra. O leilão inclui ainda 62 áreas em bacias maduras.
O lance mínimo mais alto exigido é de R$ 19 milhões por um dos blocos da Bacia de Santos e o mais baixo é por um bloco terrestre na em Rio do Peixe, na Paraíba. As licitações continuam na quarta-feira.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.