Notícias sobre Regulação


Com 64 mil participantes e patrimônio superior a R$ 47 bilhões (US$ 27,28 bilhões), a Petros - fundo de pensão dos funcionários da Petrobras - já traça planos para os investimentos que virão com o início da produção em grande escala dos campos situados no pré-sal. Uma das estratégias é se aliar a outros fundos e ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para captar recursos de longo prazo.

De acordo com o presidente da Petros, Wagner Pinheiro, uma das possibilidades em estudo é que a fundação se torne sócia minoritária de um estaleiro para a construção de plataformas. Há ainda a alternativa de investir em empresas que fornecem equipamentos para a Petrobras.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.