Notícias sobre Regulação


Previsto para ser realizado em abril, o leilão da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, ganhou um concorrente de peso. A Vale, maior companhia privada brasileira, anunciou que fará parte do consórcio formado pelas empresas Andrade Gutierrez, Neoenergia e Votorantim Energia para disputar a construção da usina. Subsidiárias da estatal de energia do governo, a Eletrobrás, também deverão participar da concorrência por um investimento estimado em até R$ 16 bilhões (US$ 8,76 bilhões).

Além do grupo integrado pela Vale, outro consórcio que já anunciou interesse na hidrelétrica terá a participação das empreiteiras Odebrecht e Camargo Corrêa. Para o governo, quanto mais competidores, melhor. “Essas informações deverão animar o mercado e incentivar a entrada de novos grupos no leilão”, afirmou o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.