Notícias sobre Regulação


A Petrobras anunciou que iniciará o processo de capitalização da empresa ainda neste semestre para poder obter os recursos necessários para investir na exploração das jazidas abaixo da camada de sal. Essa divulgação antes mesmo de o projeto ter passado por todas as etapas no Congresso Nacional tem um motivo: a preocupação do governo com a lentidão da Agência Nacional do Petróleo (ANP) no processo de avaliação dos campos no pré-sal, de onde serão extraídos os 5 bilhões de barris que servirão de lastro para o aporte de capital. O estudo é necessário para saber a quantidade e o custo da extração desses barris.

Pelo cronograma inicial do governo, o levantamento da área do pré-sal na Bacia de Santos deveria estar concluído no máximo no mês que vem. No entanto, embora a ANP negue atrasos, técnicos do governo estimam que o trabalho só deverá ser concluído no fim do ano. Por isso, novas estratégias de capitalização da empresa começam a ser pensadas. Uma das possibilidades é utilizar recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), como ocorreu ano passado, quando o órgão injetou R$ 100 bilhões (US$ 55 bilhões) na Petrobras.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.