Notícias sobre Regulação


O estudo Saúde Brasil 2008, do Ministério da Saúde, recentemente divulgado, revela que 31% da população adulta brasileira era formada por fumantes em 1989. Passadas duas décadas, este número teve uma queda de quase 50%: apenas 16,3% são fumantes. Especialistas acreditam que esta redução é mérito das leis antifumo e dos programas de conscientização sobre os perigos do tabagismo. A pesquisa sobre os hábitos dos brasileiros foi feita pelo sistema Vigitel, de inquérito por telefone, nos 26 estados e no Distrito Federal.

Como conseqüência da diminuição do número de fumantes, houve também uma queda de 20% em morte por problemas cardiovasculares de 1990 para 2006, de acordo com o estudo. Com isso, novos municípios abraçam as leis antifumo. O último deles foi Florianópolis, capital de Santa Catarina, cuja lei entrou em vigor na semana passada, dia 25 de março.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.