Notícias sobre Regulação


Os campos petrolíferos existentes em grandes profundidades na costa brasileira não serão os únicos a despertar atenção nos próximos meses. A exploração de jazidas terrestres em cinco bacias também são consideradas muito promissoras, de acordo com os estudos do Plano Plurianual de Geologia e Geofísica da Agência Nacional do Petróleo (ANP). O órgão regulador vai destinar quase R$ 200 milhões (US$ 114 milhões) por ano para pesquisas nessas novas fronteiras.

Os indícios mais fortes da existência de reservas de óleo foram registrados na Bacia do Parnaíba, que inclui os estados do Maranhão, Piauí, Tocantins, Pará, Ceará e Bahia. Os dados também são otimistas para as bacias de Parecis, no Mato Grosso, e Solimões, no Amazonas. As outras bacias que passam por detalhadas análises sísmicas são a do Acre e do Paraná.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.