Notícias sobre Regulação


A organização ambientalista Greenpeace reivindica que seja declarada uma moratória na exploração do atum azul no Mar Mediterrâneo. O objetivo é interromper a pesca predatória para que a população de peixes dessa espécie – sua carne é muito valorizada comercialmente – possa voltar a se expandir.

Segundo estudos, cerca de 80% do total de atum azul do Mediterrâneo já foi pescado. Uma das propostas do Greenpeace é a criação de uma área protegida para desova, onde os filhotes poderiam crescer e a pesca seria proibida. Além do Mediterrâneo, outras áreas críticas para o atum azul são a costa do Japão e alguns pontos do Oceano Pacífico.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.