Notícias sobre Regulação


Apesar de ser uma área de preservação ambiental, o Parque Estadual da Laje de Santos, único parque marinho do litoral do estado de São Paulo, já esteve entre os mais degradados do país por causa da pesca predatória. Há sete anos, porém, mergulhadores que freqüentavam a região decidiram se unir para pôr fim à degradação e criaram o Instituto Laje Viva.

O instituto desenvolve atualmente cinco programas, que têm o objetivo de conhecer melhor as espécies que vivem no parque marinho para elaborar políticas eficientes de preservação. Uma das iniciativas é o Projeto Mantas do Brasil: com monitoramento por satélite e foto-identificação, os pesquisadores obtêm informações sobre as raias-jamantas, consideradas as maiores do mundo. Entre os dados coletados estão rotas migratórias e quantidade populacional.

Na área, biólogos também estudam o comportamento de tartarugas marinhas e várias espécies de águas-vivas e medusas.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.