Notícias sobre Regulação


O Oceano Ártico registrou seu recorde de temperatura em 2.000 anos. A água esquentou 1,94º no último século e ficou 1,38º mais quente do que o último episódio de aquecimento, registrado na Idade Média, entre 900 e 1300. Os dados foram obtidos após análise de sedimentos recolhidos no Estreito de Fram (entre a Groenlândia e o arquipélago norueguês Svalbard) por pesquisadores de universidade da Alemanha, Noruega e Estados Unidos. A elevação da temperatura da água está ligada à intensificação da transferência de calor para todo o Atlântico Norte.

Os estudiosos conseguiram as informações analisando protozoários que vivem nas profundezas do Oceano Ártico. Suas conchas se depositam no fundo do mar e formam camadas conforme o tempo. Em um cálculo que levou em conta a quantidade de conchas e a composição química dos sedimentos, os pesquisadores puderam chegar a números confiáveis da temperatura da água nos últimos 2.000 anos.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.