Notícias sobre Regulação


As populações de alguns dos peixes preferidos para o consumo, como bacalhau, atum e garoupa - considerados predadores -, diminuíram em dois terços no último século. A conclusão faz parte de trabalho apresentado por pesquisadores do Centro de Pescas da Universidade de British Columbia, nos Estados Unidos.

O estudo mostra como a indústria pesqueira influencia na ruptura da cadeia alimentar marinha. "Ao retirar grandes predadores, peixes pequenos prosperam", explica o professor Villy Christensen, que coordenou a pesquisa. Outro dado impactante foi a comprovação de que o declínio das espécies predadoras se acentuou nos últimos 40 anos. Já os peixes menores acabam sendo transformados em farinha ou óleo e utilizados como alimentos para peixes cultivados em cativeiro.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.