Notícias sobre Regulação


Em meados dos anos 70, mais de um terço das 220 mil toneladas de sardinhas pescadas por ano no Brasil vinham do litoral do Rio de Janeiro. No entanto, o excesso de pesca e a falta de controle fizeram essa produção cair pra 20 mil toneladas por ano, provocando a falência da maioria das indústrias de beneficiamento do pescado, um dos mais consumidos pelo brasileiro.

No início dos anos 90, com a liberação da importação, o produto vindo de outros países – principalmente Venezuela e Marrocos – começou a tomar fatia importante do mercado. Atualmente, o quadro começou a se reverter, mas ainda longe dos padrões do passado. Com mais fiscalização e o respeito aos dois períodos anuais de desova das sardinhas, a produção hoje beira as 100 mil toneladas/ano.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.