Notícias sobre Regulação


Ativistas do Greenpeace promoveram, no Rio de Janeiro, um protesto contra a empresa franco-britânica Perenco, dona de duas das 13 áreas de exploração de petróleo situadas próximas ao arquipélago de Abrolhos, no litoral da Bahia. Reserva marinha com maior diversidade do Atlântico Sul, o local é considerado um santuário para as baleias, que procuram a região na época de reprodução.

Simulando um combate entre executivos e baleias, os ambientalistas fizeram a manifestação na entrada do prédio onde fica a filial da multinacional de petróleo. O Greenpeace defende a proibição da exploração de óleo ao redor de Abrollhos.

A entidade também enviou às outras empresas que possuem concessão para atuar na região – Petrobras, Vipetro, OGX, HRT, Shell, Repsol, Cowan, Sonangol e Vale – documento pedindo que mantenham suas atividades longe da reserva ecológica.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.