Notícias sobre Regulação


Todas as empresas de petróleo – nacionais ou estrangeiras – que atuam na Bacia de Campos, litoral do Rio de Janeiro, passaram por uma auditoria de padrão internacional para verificar todas as suas instalações de exploração. A decisão foi tomada pela Secretaria Estadual do Ambiente do Rio, que já notificou primeiro a Chevron – responsável por um derramamento de óleo no mês passado – para que a companhia financie uma auditoria feita por uma empresa independente.

Nesse trabalho, deverão ser levantadas informações como os planos de contingência, de emergência e a capacidade para detectar e coletar o óleo derramado. O prazo para que a auditoria na Chevron termine é de 150 dias.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.