Notícias sobre Regulação


A Polícia Federal indiciou 17 pessoas pelo vazamento de petróleo, ocorrido em novembro, no Campo de Frade, na Bacia de Santos, litoral do Rio de Janeiro. As acusações são de crime ambiental e de sonegação de informação a autoridades. Entre os indiciados está o presidente da Chevron no Brasil, George Buck.

Outros funcionários da petroleira americana e da empresa Transocean, que operava a plataforma responsável pelo acidente, também são acusados no inquérito. O documento foi encaminhado à Procuradoria da República, que poderá denunciar os envolvidos à Justiça Federal.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.