Notícias sobre Regulação


Por decisão da Justiça, 17 executivos da Chevron e da Transocean Brasil não podem deixar o Brasil. A decisão foi tomada, segundo o juiz Vlamir Costa Magalhães, porque uma eventual saída do país prejudicaria as investigações dos dois recentes vazamentos de óleo no Campo de Frade, na Bacia de Campos, litoral do Rio de Janeiro. A Transocean foi contratada pela Chevron para perfurar o poço onde ocorreu o problema em novembro, quando 2,4 mil barris vazaram no oceano. No início de março, a Chevron detectou novo derramamento, embora bem menor.

De acordo com o delegado Fábio Scliar, da Delegacia de Meio Ambiente da Polícia Federal, responsável pela investigação dos acidentes, o segundo vazamento ocorreu em consequência do primeiro. Os executivos das empresas terão que responder a processo por crime ambiental. Além disso, as companhias também receberão multas da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama).

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.