Notícias sobre Regulação


Ao completar 22 anos de criação na semana passada, o Projeto Golfinho-Rotador – coordenado pelo Centro de Mamíferos Aquáticos, órgão ligado ao Ministério do Meio Ambiente – festeja os bons resultados na proteção a esse animal no arquipélago de Fernando de Noronha, no litoral de Pernambuco. Graças à iniciativa, a mentalidade de preservar o golfinho-rotador se propagou entre moradores e os milhares de turistas que visitam o conjunto de ilhas.

"Depois de criar as normas de conservação, passamos a fiscalizar o seu cumprimento, inserimos o tema sustentabilidade na ocupação humana de Fernando de Noronha, capacitamos moradores para atuar no turismo e desenvolvemos pesquisas envolvendo o golfinho-rotador", conta José Martins, analista ambiental do ICMBio, fundador e coordenador do projeto, que conta com patrocínio da Petrobras.

As pesquisas se dividem em sete subprogramas: ocupação e distribuição de cetáceos, ecologia comportamental, catalogação de golfinhos, caracterização genética, interação do turismo com os golfinhos, comportamento trófico e rede de encalhes de mamíferos aquáticos. O programa já deu origem a três teses de doutorado, cinco de mestrado, 32 trabalhos de conclusão de curso e 127 artigos científicos.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.