Notícias sobre Regulação


Localizada no encontro do Rio Amazonas com o Oceano Atlântico, a Ilha de Marajó, no Pará, é o único lugar do mundo onde coexistem os dois tipos de peixe-boi, tanto o que vive em água doce como o que habita o mar. Ameaçadas de extinção, as duas espécies são objeto de um a série de iniciativas de pesquisa e conservação.

Em um dos projetos é o Bicho D’Água: Conservação Socioambiental, apoiado pela Petrobras, em que especialistas do Museu Emílio Goeldi fazem um trabalho de conscientização com moradores e pesquisadores e observam os animais. Já a Universidade Federal Rural da Amazônia, em Belém (PA), criou uma estrutura para receber peixes-boi que precisam de cuidados. Eles são levados para tanques, alimentados e crescem até o momento de serem reintroduzidos na natureza.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.