Notícias sobre Regulação


Oceanógrafos e zoólogos australianos, americanos e britânicos realizaram uma expedição de três meses pelo Oceano Antártico para estudar, por meio do canto das baleias azuis, a migração e a população da espécie. As ondas sonoras permitiram que os cientistas se aproximassem dos animais para poder identificá-los.

Foram reunidas 626 horas de gravações de 26.545 sons emitidos pelas baleias azuis. Os pesquisadores instalaram chips em alguns dos cetáceos, que poderão ser acompanhados via satélite. 

Esse projeto faz parte de um programa internacional - que inclui também Brasil, Argentina, Chile, França, Alemanha, Nova Zelândia, Noruega e África do Sul - de preservação das baleias azuis, ameaçadas por décadas de pesca predatória. Estimativas indicam que, no início do século 20, existiam 250 mil animais da espécie. Hoje, há cerca de 10 mil.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.