Notícias sobre Regulação


A pressão de associações conservacionistas forçou uma empresa japonesa que comercializava carne de baleia de uma espécie ameaçada de extinção para fabricar ração de cachorros a suspender a venda do produto. A medida foi tomada após a denúncia de quatro entidades que lutam pela preservação ambiental – duas britânicas, uma americana e uma japonesa.

A empresa Michinoku Farm, com sede em Saitama, reconheceu que negociava carne de baleia-de-aleta do Atlântico Norte, fornecida pela companhia islandesa Hvalur. Cada pacote de 500 gramas do produto era vendido a 28,75 euros (US$ 37,57).

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.