Notícias sobre Regulação


A presença de colônias de abelhas na área mais urbanizada de Viena – perto de palácios, museus, teatros e igrejas históricas – vem chamando a atenção de moradores da capital austríaca. Já na zona rural, a quantidade caiu drasticamente. De acordo como Félix Munk, presidente da organização apicultores Stadt-Imker, que há oito anos luta pela preservação da vida dos insetos, não há mais abelhas em 80% do território da Áustria devido ao uso intensivo de pesticidas e às mudanças climáticas.

“Ao contrário do que as pessoas pensam, estudos recentes afirmam que o mel produzido nas cidades pode ser ainda melhor que o do campo, pois as abelhas polinizam plantas não contaminadas, sem pesticidas”, afirmou Munk à agência de notícias espanhola Efe. Segundo ele, 200 espécies de abelhas selvagens sobrevivem em Viena em 80 apiários, cada um com até 100 mil insetos e capacidade de produzir de 15 a 20 quilos de mel.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.