Notícias sobre Regulação


Numa iniciativa idealizada pela ONG Instituto Boto Cinza, pescadores que atuam na Baía de Sepetiba, no litoral do estado do Rio de Janeiro, iniciam neste mês de fevereiro passeios educacionais com turistas pela região. A área concentra o maior número de botos cinza – espécie ameaçada de extinção – da América Latina.

De acordo com a ONG, existem cerca de 2 mil cetáceos da espécie na Baía de Sepetiba. Eles costumam nadar em grupos de até 200 indivíduos, num espetáculo para os olhos. Apesar dessa presença dos botos na região, a mortandade de causas não naturais, como a pesca acidental e a ingestão de objetos deixados pelo homem, é duas vezes maior do que o aceitável.

Para ajudar na preservação da espécie, o Instituto Boto Cinza capacitou os pescadores para que atuem como guias e possam ter uma fonte de renda extra.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.