Notícias sobre Regulação


Depois que a Corte Internacional de Justiça das Nações Unidas (Tribunal de Haia) determinou que o Japão interrompesse a caça a baleias na Antártida, o país decidiu reduzir a pesca desses mamíferos aquáticos no Pacífico Norte. A decisão foi anunciada pelo ministro da Agricultura e Pesca, Yoshimasa Hayashi.

Segundo o ministro, o programa científico de pesca de baleias no Pacífico Norte terá continuidade, mas o número máximo de capturas anuais cairá de 380 para 210. Sobre a proibição da caça na Antártida, o governo japonês informou que enviará “um novo programa de investigação” sobre baleias à Comissão Baleeira Internacional, baseando-se nos critérios da sentença do Tribunal de Haia.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.