Notícias sobre Regulação


O Instituto Biota de Conservação, Organização Não Governamental que atua na pesquisa e conservação da flora e fauna do estado de Alagoas, no Nordeste brasileiro, desenvolve há cinco anos um projeto voltado para a preservação dos mamíferos aquáticos. Por meio do ‘Cetáceos de Alagoas’, voluntários e profissionais são capacitados em cursos promovidos pela ONG.

O principal foco do projeto é a preservação do boto cinza, espécie mais avistada no litoral de Alagoas. Por ser um animal que costuma se aproximar da costa, ele é vítima da pesca predatória ou sofre encalhes quando a maré baixa. Nos cursos do Instituto Biota, as turmas aprendem a monitorar os cetáceos e atuam também em resgates.

Além disso, as observações dos mamíferos aquáticos servem como parâmetros para o licenciamento ambiental de empreendimentos na zona costeira. Conhecendo os hábitos da população de cetáceos, é possível saber os impactos de qualquer ação externa sobre a vida dos animais e como eles podem ser mitigados.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.