Notícias sobre Regulação


Um estudo feito por cientistas das universidades de Vermont e de Harvard aponta para o risco de uma desnutrição em massa em países mais pobres caso a mortandade de abelhas permaneça nos níveis atuais. Os insetos polinizadores são responsáveis por até 40% da oferta de nutrientes no mundo, segundo o trabalho publicado na revista científica Plos One.

Em algumas regiões pesquisadas, como partes de Moçambique, na África, comprovou-se que crianças e mães sofrem de deficiência de vitamina A, o que pode causar morte precoce por desnutrição. “A adoção de medidas de proteção aos polinizadores deve ser considerada como uma questão internacional de interesse humano, não apenas para insetos e amantes da natureza”, alertou Taylor Ricketts, professor da Universidade de Vermont e co-autor do estudo.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.