Notícias sobre Regulação


O Brasil iniciou o planejamento para adotar uma política pública de preservação dos polinizadores. A iniciativa faz parte de um projeto de implantação de agricultura sustentável, apoiado por órgãos das Nações Unidas como FAO e Pnuma , realizado em mais seis países: Nepal, África do Sul, Gana, Índia, Paquistão e Quênia.

Essa política terá três focos: controle de agrotóxicos para evitar impacto nas espécies polinizadoras; reverter e evitar a perda desses insetos; e avançar no uso de tecnologias para o uso econômico dos polinizadores. No Brasil, estima-se que as abelhas sem ferrão são responsáveis pela polinização de 40% a 90% das espécies arbóreas.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.