Notícias sobre Regulação


O Japão exportou, principalmente para a China, metade dos golfinhos capturados vivos por um método considerado cruel por ambientalistas. Esses animais sobreviveram à tradicional cerimônia anual de caça na Baía de Taiji, onde os cetáceos são levados para perto de arrecifes e são cortados a faca para que a carne seja vendida.

Segundo a Agência de Investigação Japonesa de Pesca, dos 760 que escaparam vivos entre 2009 e 2014, 354 foram vendidos para outros países, sendo 216 para a China. O preço pode superar 7 mil euros por animal.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.