Notícias sobre Regulação


Pesquisa encomendada pelo Greenpeace alerta para os danos que os testes sísmicos, realizados na busca por petróleo e gás, provocam na audição de baleias e outras espécies marinhas no Ártico. De acordo com o estudo, cada disparo de canhão de ar embaixo d’água emite até 259 decibéis - um som cerca de oito vezes mais alto do que o da decolagem de um avião.

Cetáceos como o narval - espécie de baleia que vive na região ártica - são guiados pela audição e, por causa dos testes sísmicos, podem ficar temporária ou permanentemente surdos. Segundo a pesquisa, o barulho também afeta a reprodução e aumenta o risco de encalhes dos animais.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.