Notícias sobre Regulação


Cientistas da Universidade de Bristol, no Reino Unido, concluíram que o mel de abelha já era consumido pelo homem no período neolítico, há cerca de 9 mil anos. A descoberta, descrita em estudo publicado na revista Nature, foi feita a partir da análise de peças de cerâmica com traços de cera de abelha que datam de quatro milênios antes de as primeiras ilustrações com referências à apicultura terem sido pintadas no Egito.

Os resíduos de cera foram encontrados em vasos, potes e fragmentos coletados em 160 sítios arqueológicos da Europa, Oriente Médio e norte da África. Além de ser um vestígio da presença do mel, a cera pode ter sido utilizada para impermeabilizar os objetos de cerâmica. “Essa descoberta coincide com os primórdios da agricultura e pode fornecer evidências para o início de um processo de domesticação”, afirma a geoquímica Mélanie Roffet-Salque, pesquisadora que coordenou o estudo.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.