Notícias sobre Regulação


Para transportar dois peixes-boi marinhos da Ilha de Itamaracá, em Pernambuco, para Porto de Pedras, no litoral de Alagoas, onde há uma área de preservação da espécie, foram necessárias 12 horas e 40 técnicos do Centro de Pesquisa e Conservação de Mamíferos (CMA), órgão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, ligado ao Ministério do Meio Ambiente. Os animais foram levados em dois caminhões tipo Munk, equipados de guindastes.

Um dos peixes-boi, batizado de Netuno, tem 25 anos e pesa cerca de 420 quilos. Um dos maiores reprodutores do país, o mamífero aquático vivia em cativeiro desde 1991, quando foi resgatado ainda filhote numa praia no Rio Grande do Norte, e será mantido no novo ‘lar’. O outro animal, apelidado de Zoé, passará por período de adaptação até ser solto na natureza em um ano.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.