Notícias sobre Regulação


Na primeira expedição à Antártica após dois anos de suspensão pelo Tribunal de Haia, embarcações japonesas voltaram ao país no fim de março com os corpos de 333 baleias. Esse é o número exato que o Japão se comprometeu a caçar nos próximos 12 anos, reduzindo a quantidade que era abatida habitualmente - três vezes maior - antes da proibição imposta pela Corte Internacional de Justiça, em 2014.

Segundo a Agência Japonesa de Pesca, os mamíferos aquáticos foram capturados para fins científicos. Muitos países, no entanto, acusam o Japão de pesca com objetivo comercial, para utilizar a carne das baleias da espécie minke como alimento vendido em supermercados.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.