Notícias sobre Regulação


Depois de anunciar a contratação de um “exército” de engenheiros, geólogos e técnicos em perfuração para trabalhar nas gigantescas reservas recém-descobertas, a Petrobras vai encomendar 146 novas embarcações de apoio às suas atividade offshore (em alto mar). A primeira licitação, já iniciada, prevê a compra de 24 navios. Os demais serão adquiridos até 2014.

O anúncio foi feito durante cerimônia de lançamento da Política de Desenvolvimento Produtivo do Governo Federal, um pacote de medidas beneficiando diferentes setores da indústria brasileira. O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, destacou que 85% da produção da empresa acontece em águas profundas, o que exige investimentos em equipamentos, tecnologia avançada, plataformas e navios.

Cada embarcação adquirida deverá custar entre US$ 30 milhões e US$ 40 milhões. A Petrobras estima que 500 postos de trabalho serão abertos para cada barco de apoio. Dos 146, 54 serão empregados no manuseio de âncoras de grande porte, dez em reboque e 64 em suprimento. Também serão contratados 18 navios para recolher óleo, conforme exigência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.