Notícias sobre Regulação


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que os dois consórcios inscritos inicialmente para o leilão de concessão da usina hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira, em Roraima, Região Amazônica, depositaram as garantias financeiras para participar da disputa, que acontecerá na próxima segunda-feira. Cada grupo fez um depósito de R$ 8,7 milhões (US$ 5,3 milhões), equivalentes a 1% do total do investimento mínimo para a construção da usina, estipulado em R$ 8,7 bilhões (US$ 8,7 bilhões) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Os consórcios que vão participar do leilão são Energia Sustentável do Brasil (formado pela Suez Energy, Camargo Corrêa, Eletrosul e Chesf) e Jirau Energia (constituído por Construtora Odebrecht, Andrade Gutierrez, Cemig, Furnas e os bancos Banif e Santander). A hidrelétrica de Jirau, segunda unidade do complexo do Madeira (a outra é a Santo Antonio, leiloada no ano passado), terá 3.300 megawatts de capacidade instalada e 1.905 megawatts de energia.

O empreendimento deverá gerar eletricidade a partir de janeiro de 2013, data prevista para a entrada em operação das três primeiras unidades geradoras do total de 44 turbinas do projeto.

© 2007 CRE Brasil - Todos os direitos reservados.